O começo do ano foi marcado pelo surgimento de novos hábitos de consumo e novas formas de aprendizagem devido a pandemia. Desse modo, o Inec oferece para seus territórios encontros virtuais de Permacultura.

Desde junho, os encontros online acontecem com aulas práticas e teóricas sobre Permacultura e o cultivo de ervas, com o intuito de proporcionar novos conhecimentos sobre sustentabilidade e cuidados com a saúde.

Com a utilização da ferramenta Google Meet, o facilitador ensina aos participantes técnicas de montagem de canteiros verticais e horizontais e tipos de ervas medicinais. Além disso, ensina o manuseio correto do kit de ferramentas, enviado durante o curso.

No total, 50 participantes, sendo 10 por território, receberam um kit de ferramentas de jardinagem, contendo 10 itens (garfo pequeno, pá, tesoura de podar, arcinho, borrifador, estilete, alicate, arame galvanizado, martelo e pregos) e 20 mudas de ervas medicinais. 

Os encontros virtuais de permacultura são de 2h/aula, com duração de 06 meses. Ao final, será produzido uma cartilha virtual com todo o material relacionado aos encontros (conteúdo programático, fotos, relatos e depoimentos). 

Através do Projeto Desenvolvimento Comunitário, o Inec vem fomentando os cuidados com o meio ambiente para a melhoria da qualidade de vida das famílias e geração de renda nos territórios de Milages, Jaguaretama, Meruoca, Itapiúna e Fortaleza (bairro serrinha).

Sobre Permacultura

Criado em 1970 pelos cientistas australianos Bill Mollison e David Holmgren, permacultura é uma metodologia que proporciona a geração de renda, economia tempo e convivência em harmonia com a natureza. Além disso, traz um conjunto de tecnologias sustentáveis para o desenvolvimento de sistemas produtivos organizados.

Para que isso seja possível, orienta-se por 3 princípios éticos: cuidar da terra, cuidar das pessoas e cuidar do futuro.


Share This